5 dicas para ser mais criativo fazendo filme de casamento

Ser criativo não é tão difícil quanto parece. É um exercício diário.

Trabalhar com casamentos não é fácil. Grande parte das empresas que fazem parte do nosso mercado são pequenas, e os sócios acabam acumulando funções: administrativo, financeiro, gestão de projetos, vendedor, editor e muitas outras. No meio de toda essa rotina, não é raro acordarmos sentindo uma “falta de inspiração”, uma sensação de que a nossa criatividade se escondeu em algum lugar e não quer sair de lá.

Isso é mais comum do que se imagina mas, a boa notícia é que existe uma forma de exercitar o nosso lado criativo todos os dias, e nem dá tanto trabalho.

Separamos 5 dicas para te ajudar a sair da “fossa criativa” hoje mesmo.

#1 Seja organizado

É muito difícil criar quando estamos no meio do caos completo: com contas para pagar, 500 e-mails para responder, backup por fazer e mais mil tarefas que ficam brigando com a nossa atenção.

Por isso, é importante reservar um momento do seu dia para “matar” essas tarefinhas que tiram o foco. Assim, quando você precisar de tranquilidade para criar, estará livre de distrações.

A hora de “criar” é sagrada, sempre. Quando estiver precisando de novas ideias, desligue o celular, feche o e-mail e não permita interrupções.

#2 Tire o trabalho da frente por alguns minutos

A pressão de criar, muitas vezes, nos bloqueia totalmente. Tem dias que, só de olhar para a nossa cadeira e o computador, a gente já sente um aperto no peito e uma sensação de prisão.

Para aliviar essa tensão, um pequeno passeio vai muito bem. Não precisa ser uma excursão de 6 horas nem ter um roteiro elaborado. Uma volta pelo quarteirão para tomar um sorvete, ou mesmo para andar com o seu cachorro já vai ajudar a relaxar e te colocar em contato com estímulos diferentes. Se você não puder sair, também valem 15 minutos na janela, observando o movimento.

O grande segredo desta dica é o seguinte: durante o seu passeio, não foque no seu “problema”. Preste atenção ao que está acontecendo em volta: as pessoas passando, os sons, o sabor do seu sorvete. Parece bobo mas, o fato de você desviar o foco da sua atenção e esse breve relaxamento vão te ajudar a ter bons “insights” e retirar este bloqueio.

#3 Descubra novas inspirações

Quando começamos a trabalhar com algo, é bem comum buscar inspiração nas pessoas que fazem este mesmo trabalho de uma forma que a gente admira. Porém, com o passar do tempo, percebemos que a tendência é nos tornarmos cada vez mais parecidos com essas pessoas. Para nos diferenciarmos, precisamos encontrar nosso próprio “caminho criativo”. E não tem como chegar em um lugar diferente se seguirmos o mesmo caminho dos outros. Então, a melhor saída é buscar outras fontes.

A moda pode te ensinar a encontrar o melhor ângulo para filmar uma noiva. A arquitetura pode te ensinar a trabalhar melhor com a composição, as linhas e a simetria. A pintura pode te ensinar a equilibrar melhor as cores e trabalhar mais a luz e as sombras. E por aí vai… Você não precisa se tornar um especialista em nada disso mas, se aproximar de outras áreas e conhecer o básico só tem a acrescentar ao seu trabalho. Vai ser muito mais fácil reconhecer boas ideias quando você tiver uma na sua frente.

E para colocar isso na sua rotina, é fácil: comece seu dia sempre dedicando 15 minutos para ver coisas diferentes (Facebook não conta). Você pode fazer uma lista de posts interessantes no Pocket (que é uma extensão do Google para salvar coisas e ler mais tarde) e acessar um ou dois links por dia. Você vai ver como esse contato com inspirações vai desbloquear grandes ideias na sua cabeça. 

Dica Bônus: Quer começar a ver inspirações hoje mesmo? No Netflix, existe uma série sensacional chamada “Abstract: The Art of Design”. Ela mostra como grandes referências do mundo do design tem sua maiores ideias, e onde cada um deles busca inspiração para resolver problemas de forma criativa. Além de ter uma fotografia maravilhosa e uma direção de arte muito inteligente, ela nos mostra como, muitas vezes, a solução mais simples é a que tem os melhores resultados, se pensarmos direitinho nos objetivos do que estamos fazendo. Comece a assistir HOJE!

#4 Não deixe as ideias fugirem

Tenho certeza de que já houve um momento em que você teve uma ideia sensacional em um momento em que não podia dar muita atenção a ela. E, tempos depois, você se lembrou dela mas não conseguiu levá-la para frente porque não lembrava exatamente dos detalhes ou, simplesmente, nunca mais conseguiu se lembrar do que era. Seu melhor amigo, neste momento, é um bom e velho caderninho.

Se você não costuma andar com bolsa ou mochila, leve um bloquinho, ou mesmo um pedacinho de papel e uma caneta no bolso para anotar. Mas não deixe nenhuma ideia fugir, mesmo se ela for ruim. Pode ser que, em um primeiro momento, você não tenha a menor ideia de onde utilizá-la mas, se você a mantiver acessível, um belo dia, o seu cérebro irá tratar de conectá-la com outras coisas. E isso é o que a gente costuma chamar de criatividade.

#5 Desafie-se sempre

Poucas coisas são tão estimulantes para a criatividade quanto um bom desafio. É claro que nem sempre dá pra gente fazer coisas muito loucas, porque temos prazos para cumprir e muitas outras responsabilidades. Mas é saudável buscar outras coisas para fazer, porque o contato com outras realidades sempre traz novas ideias.

Crie um filme sobre a sua família, faça um vídeo para uma instituição da sua cidade, para um amigo que está começando uma nova empresa, sobre o seu dia-a-dia. O processo de pensar sobre a criação de algo diferente do que você faz todos os dias vai te mostrar quantas coisas diferentes você pode fazer no seu trabalho.

Você tem criatividade sim!

Não existem pessoas “sem criatividade”. O que existem são pessoas que se condicionam demais a repetir as mesmas coisas, sem parar para observar todas as outras infinitas possibilidades a sua volta. Permita-se sair um pouquinho da rotina e você vai ver a criatividade sair das sombras e ser a sua nova melhor amiga.

Tudo isso você pode aplicar agora mesmo. Até mesmo essa dica #5, que parece mais complexa, você consegue resolver ainda hoje. Faça um vídeo de 30 segundos sobre a sua rotina e poste no seu Facebook para os seus amigos. Ele pode ser todo gravado com o celular, não tem problema. O importante é você fazer algo diferente dos vídeos de casamento de todos os dias. Só este pequeno exercício já vai te dar muitas novas ideias para editar.

Quais são as suas técnicas para desbloquear a sua criatividade? Compartilhe com a gente nos comentários.

Share post with: